Posso Cobrar Pelo Reiki?

Preparado(a) para quebrar mais tabus, dogmas, crendices, crenças…? Este artigo onde eu falo sobre: Posso Cobrar Pelo Reiki? Com toda certeza poderá chocar você em algum nível. Peço apenas que se abra para o novo ou se abra para visões diferentes da sua, sem cair no julgamento. Mexer com crenças é sempre complicado, mas fazer o que? Preciso mexer nisso para responder a você essa indagação.

Seria bom você ler este artigo até o final porque somente assim você poderá compreender a minha visão sobre este assunto.

Como sempre digo em meus artigos a você!!! VOCÊ É LIVRE para fazer o que bem entender da sua vida!

Para você que atende com a prática do Reiki e está perdido em quanto cobrar, leve em considerações essas 3 principais variáveis citadas. Quebrar as crenças limitantes a respeito do dinheiro, definir seu público e focar nele, e por fim, sair da negação da liberdade.

O cunho religioso cai em peso neste artigo. Com certeza este artigo será maior que o normal, já que não dá para falar de algo tão complexo em poucas palavras! Paciência, compreensão e comprometimento é o que te peço. Nos vemos no final do artigo!

Crenças Limitantes: Posso Cobrar Pelo Reiki?

Esse assunto é muito delicado ePosso-Cobrar-Pelo-Reiki vou tentar ser o mais sutil possível, mas sem deixar de passar a mensagem desejada, combinados? Você e eu firmamos aqui e agora um tratado de compreensão sobre esse assunto, conto com você!

Como já mencionei em diversos artigos aqui do site, a prática do Reiki nunca foi, não é e nunca será uma religião! Apesar de muitas pessoas fazerem da prática do Reiki uma religião ou até mesmo inserir diversas crenças sobre religiões na prática do Reiki, jamais a energia pura e livre do Universo se resumirá a uma religião.

Exitem diversas crenças limitantes a respeito de cobrar pelo atendimento com com o Reiki. Vou citar aqui algumas crenças muito fortes nas pessoas. Mas antes vou deixar aqui um artigo do Helio Couto onde ele fala sobre trabalhos espirituais e recursos financeiros com uma propriedade fenomenal. Ler Artigo

Crença 01 – sobre cobrar pelo Reiki

“De graça recebestes, de graça dai.” (Mateus 10:8)

Essa é uma passagem bíblica onde Jesus fala para seus discípulos irem: “curar os doentes, ressuscitarem os mortos, purificarem os leprosos e expulsarem os demônios. Vocês receberam de graça, portanto deem de graça.”

Baseado nesse trecho bíblico se criam várias justificativas, que impõem a caridade para com as pessoas, baseando no que Jesus fez aos discípulos. Precisa ser observado que nesse contexto onde Jesus se pronunciou desta forma, ele estava, totalmente, focado na replicação da caridade que ele fez para com os discípulos.

Vamos deixar claro o que é caridade? A origem dessa palavra vem do latim, “caritas” como sentimento de afeto, amor incondicional e generosidade; esta tem origem no grego “cháris” que quer dizer graça, a mesma origem de “caro”, aquilo que lhe custa caro em valor.

Dependendo da interpretação de caridade, baseando-se na etimologia, pode se mudar toda a história bíblica, pois quando se diz caridade pode ser entendido também como a entrega de algo valoroso e muito caro! Já pensou? Que choque de realidade seria se isso se confirmasse?

Na prática

Contudo, caridade é vista como ato de doação para com os pobres, necessitados e desprotegidos pela visão popular. Uma forma de alento aos que não têm amparo próprio ou alheio. Com isso as pessoas praticam a caridade com essa visão.

Ao meu ver, segundo histórias não oficiais sobre o cristianismo (livros que a igreja retirou da bíblia nos Concílios de Niceia e Concílios de Constantinopla) Jesus não tinha nada de pobreza. Ele era um afortunado, na minha opinião, essa ideia de “Jesus Pobre” foi incutida pela igreja católica. (Mas é só minha opinião)

Pois bem! Vamos adotar a percepção popular de caridade para facilitar a vida. O ato de “caridade” visto como uma doação sem espera de algo em troca realmente é um ato de doação sem ter que ter algo em troca! Certinho! A questão é… Quem disse que a prática do Reiki é um ato exclusivamente de caridade, ato religioso? Vamos aprofundar isso mais para frente!

Contra partida

Em contra partida a isso o próprio Jesus disse em alto e bom som! Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus (Mateus 22:17-21). Ou também o Buda Sidarta Gautma quando disse: Caminho do meio.

Ao meditar sobre isso eu entendo que à Deus o que é de Deus significa ter responsabilidades com a espiritualidade e à César o que é de César são as responsabilidades materiais. Afinal de contas, vivemos em um mundo onde a base de sobrevivência e do sistema é o dinheiro e o capitalismo. Caso contrário teríamos que voltar para as matas e plantar o que iremos comer.

Isso poderia ser diferente se o sistema atual fosse modificado para um mais moderno e colaborativo, mas os humanos ainda não sabem lidar com isso devido a sua arrogância de inferioridade e superioridade. Sim você e eu.

Caminho do meio para mim também deixa bem claro o que já mencionei anteriormente, ter equilíbrio entre os dois mundos, já que vivemos em ambos simultaneamente por sermos seres multidimensionais.

Crença 02 – sobre cobrar pelo Reiki

“Não cobrar pelos dons que Deus nos deu”

Já imaginou se Deus fosse castigar todas as pessoas que usam seus dons para poder se expressar e por consequência disso ganharem dinheiro? O céu ficaria vazio!

Veja só, você acha que um professor, um motorista, um artista, empresário, um produtor de móveis têm ou não um dom sendo executado?

Todas essas atividades citadas também são atividades espirituais! Todas as atividades são espirituais!

Você como motorista pode fazer caridade dirigindo de graça, ou cobrar para dirigir. Você como pintor pode pintar por caridade ou cobrar para pintar. Com a prática do Reiki é a mesma coisa, você pode doar o Reiki como caridade ou pode cobrar para transmitir o Reiki. Ou o Reiki não é uma arte?

Você acha mesmo que Deus iria te castigar por usar seus dons? Por que cargas d’águas você não pode usar seu dom espiritual da mesma forma? É um dom SEU dado para que VOCÊ use como quiser!!! Já ouviu falar de LIVRE ARBÍTRIO? Como seria um mundo sem dons? Nem existiria. Pois nada poderia ser feito sem dons e livre arbítrio para executá-los.

Vaidade

Pior de tudo é que aqueles que usufruem dos dons ditos “corrompidos”, por quem não poderia ta usando esses dons, também tem culpa no cartório por estarem adquirindo o resultado desses dons, certo? Ou você nunca foi na escola? Nunca comprou um móvel pra sua casa? Nunca pegou um ônibus ou carro? Aposto que já usufruiu do pecado né?

Muitos dizem que ganhar dinheiro através de seus dons é “vaidade”. Vaidade por ser autêntico? Vaidade por usar a essência do Universo? Eu estou falando aqui de dons pessoais!!! Algo seu, seja desenvolvido por você ao longo de anos ou dado por Deus e não de dons terceirizados por espíritos. É seu!

Crença 03 – sobre cobrar pelo Reiki

“Os espíritos não precisam de dinheiro”

Com certeza não precisam! É um fato inquestionável! Mas quem disse que na prática do Reiki se usam espíritos para poder praticar? Quem disse isso? Me mostra na filosofia do Sr. Usui onde ele diz que evocamos, incorporamos, canalizamos espíritos para realizar a prática do Reiki.

Essa baixa estima de que os humanos não são capazes de se conectarem com a fonte chega a ser cômica. O próprio Jesus disse:

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim (João 14:6). Quando ele disse isso ele estava falando do Pai/Deus que há dentro Dele, Jesus, O Cristo, ou seja, ninguém vai ao Pai se não for pela conexão interior com a divindade interna, O Cristo interno/Centelha Divina/Etc…

Onde está a parte onde ele fala que ninguém vai ao pai se não por um espírito? Ele nunca falou isso! Apesar de os espíritos auxiliarem na trajetória das pessoas.

Que fique claro de uma vez por todas! A prática de Reiki não se conecta com espíritos para poder fazer a transmissão da luz. A conexão de um praticante de Reiki é diretamente com a fonte e não com espíritos.

E ai? to respondendo se Posso Cobrar Pelo Reiki? Continue a leitura, vamos lá!

E a proteção?

Claro que existem seres da luz que zelam por nós, não estou dizendo que eles não existem. Mas eles não precisam ser chamados, evocados por ninguém, eles são muito inteligentes, mais até que nós. Eles sabem o momento que precisamos da ajuda deles, e outra coisa, eles nunca saem do nosso lado, então não precisa chamar ninguém.

O simples fato de pedir proteção à Luz do Reiki a proteção já estará sendo feita. A própria luz do Reiki nos protege de qualquer ameça negativa, desde que a prática seja realmente de Reiki. Seja de forma sincera e verdadeira. Seu campo vibracional, ou energético, ou aura em alta frequência de luz repele toda negatividade.

Na prática do Reiki se exige dedicação interior para ser a cada dia um melhor canal de luz, não é apenas fazer um curso ou chamar espíritos, demanda um grande trabalho interno.

Crença 04 – sobre cobrar pelo Reiki

“Espiritualidade é igual a pobreza”

Na verdade muitos usam o termo “humildade” como se fosse sinônimo de pobreza e miséria. Humildade é ter compaixão com os demais, amor incondicional, empatia, ser grato, ser gentil… Isso é humildade de verdade. Pobreza não tem nenhuma ligação com humildade.

Exemplos

Zíbia Gasparetto sempre ganhou muito dinheiro com suas obras psicografadas. Luiz Gasparetto seguiu a mesma linha. Osho era o multimilionário espiritual, unia a espiritualidade e o materialismo, como citei o caminho do meio de buda. Robson Pinheiro, autor espiritualista conhecido e polêmico, é outro que cobra pelas suas obras mediúnicas.

Por outro lado Chico Xavier escolheu não cobrar 1 centavo por todas as mais de 400 obras mediúnicas que escreveu ao longo de 70 anos de intenso trabalho psicográfico. Chico doou toda renda para obras de caridade.

Você precisa fazer sua escolha. Pode equilibrar entre caridade e profissionalismo? Claro! Precisa ser caridoso com o Reiki? Não! Mas pode ser! Vou me dar como exemplo aqui,

Eu tenho a prática do Reiki como profissão! Estudo milhares de horas e viajo sempre para o Japão para sempre buscar o melhor para todos no Brasil e Europa. As vezes pratico caridade com o Reiki, mas meu principal meio de caridade não tem nada a ver com o Reiki. Não irei citar qual é, não vem ao caso. Ou seja, você é livre!!! Mais uma vez digo, você é livre!!!

Tem tanta gente que não cobra por nada, mas pensa primeiro em si mesmo, e em segundo plano, no bem estar dos demais. Com isso tendo atitudes para apenas inflar o ego se passando por uma pessoa boazinha e ganhando com isso status e atenção, gosta de ser adorado, gosta de aparecer, que gosta de se exibir, que aprecia ser estimado e visto como um “grande espiritualista” da atualidade, você realmente acha que esse é um ato de caridade? Reflita!

Crença 05 – sobre cobrar pelo Reiki

“Dinheiro é sujo”

Espiritualidade com dinheiro é indigno, espiritualidade sem dinheiro é divino;
Ajudar recebendo dinheiro é vaidade, ajudar sem dinheiro é altruísmo.

Sexo por dinheiro é sujo, já sexo sem dinheiro é limpo. (Na verdade o tabu é tão grande a respeito do sexo que é sujo de qualquer forma, né?).

Estar sempre disponível para tapar buraco é realmente ajudar? Será que as vezes a ajuda não está em um simples não? Não! Não vou te ajudar, você precisa se ajudar! Muitas das vezes a ajuda pode se tornar uma fuga, sabia? Uma muleta! Vale aqui a história da vaquinha que foi jogada do brejo. Assistir

Pode ser que o conceito, de ajudar, ser caridoso, precise ser revisto… Só acho… Na minha opinião, ajudar é não contribuir com o problema fazendo parte do problema. Se você não é uma pessoa amorosa e alegre você ainda faz parte do problema. Você precisa de ajuda.

Você sendo feliz você diminui a tristeza no mundo, você sendo uma pessoa neutra ou infeliz você está aumentando a infelicidade no mundo.

Tudo no universo é troca. A caridade irá voltar um dia para você, e aí você não vai receber porque você não pode receber pela caridade feita? O Universo te devolve tudo que você dá, de formas que você, as vezes, nem percebe. A diferença no cobrar é que a troca é imediata, mas sem anulação do que o Universo trará para você no futuro.

Você nunca conseguirá pagar pelo valor do que recebeu. O valor é infinito, já o preço é comercial. O preço não é nada perto do valor, logo o Universo ainda terá muito a te dar, para compensar o que você fez. Seja por caridade ou por profissionalismo, ambos os casos o Universo vai te encher de bençãos.

Universo Abundante

Só vê diferente disso quem acha que o Universo é um lugar de escassez e miséria. Quando na verdade o Universo é pura prosperidade e abundância. Mais uma citação: O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância (João 10:10).

Abundância tanto emocional, mental, energética quanto material. Em todos os níveis do ser.

Não confunda abundância com ser mercenário. Mercenário não é provido de caridades casuais e programadas. Tem a condição de se tem leva se não tem não leva, é irredutível e inflexível.

Ao Receber o Dinheiro

Na hora de receber o dinheiro pelo seu trabalho, se for o caso, receba com muita gratidão e jogue a culpa fora, pois você merece e fez por merecer! Tem pessoas que na hora de receber o dinheiro ficam com vergonha de cobrar e fala a famosa frase: “Não, não precisa, não foi nada”. O nada pra você está sendo tudo para o outro.

Exemplo: Um chaveiro foi contratado para poder abrir um carro que tinha sido fechado com a chave dentro. O chaveiro não demorou nem 2 minutos para abrir o carro e recuperar a chave.

– O dono do carro perguntou: quanto é?
– O chaveiro diz: R$: 200,00.
– E o dono do carro indaga: R$: 200,00 por 2 minutos?
– E o chaveiro, fechou o carro com a chave dentro dizendo: então abra você!

Moral da história, se fosse nada, não teria porque você está realizando e o outro recebendo, pois nada por nada pra que o ato? Ficaria em casa fazendo nada ao invés de receber um atendimento nada por nada!

É nesse momento que você se torna um profissional desvalorizado e fica reclamando que ninguém paga mais “caro” do que o que você está cobrando. Largue a vergonha de cobrar. Cobrar não é desonestidade. Fazer as coisas por amor não isenta de ganhar dinheiro e nem implica em desonestidade.

Na verdade tudo que se faz precisa ser feito com amor e alegria, caso contrário, nada frutifica. Sem amor e alegria a caridade não se expande e nem o profissional se expande, nenhum dos dois se expande, e ai vem a velha frase: “As pessoas não estão querendo nem de graça.” Não estão querendo porque não está sendo feito com amor e alegria. Fazer por amor não tem que ser de graça.

Orgulho

Toda essa problemática pode ser também causada por ter “orgulho” em ser pobre! Sim, isso existe! “Sou pobre, mas sou feliz, tem tanta gente rica e com dinheiro por ai infeliz!” O dinheiro não faz ninguém feliz nem infeliz e sim sua consciência.

Esse orgulho vem muito da carência de querer ser reconhecido socialmente, ser coitadinho, receber atenção social, colocar a culpa dos problemas nos outros… “Olha, fulano é tão caridoso né?” Ou “Olha como a sociedade é injusta! Isso sim é vaidade, ao meu ver!

Crença 06 – sobre cobrar pelo Reiki

“Não se pode cobrar pela energia do Universo”

Essa é fácil de resolver… Eu te pergunto, de onde veio sua energia individual para viver? Quem te deu a vida? Você pagou pela energia que você recebeu? Não? Mas vende sua energia para poder ser um empregado, certo?

Você trabalha em algum lugar? Então você está vendendo uma energia que não é sua também. Porque você ganhou ela do Universo e está vendendo ela.

O Universo é infinito de energia, Ele não se importa de doar essa energia para você. Ele não tem escassez, a energia nunca irá acabar, é infinita. Faça seu trabalho!

Capte a energia e transmita para o máximo de pessoas possíveis. Te garanto que o Universo irá ficar muito feliz por você estar fazendo isso! Quem não fica feliz com você atuando com a luz Universal para com os demais são os seres das trevas ou os egoicos que acham que são donos da verdade.

Os ditadores espiritualistas do que pode e do que não pode ser feito!

Negação da Liberdade

Se dá pela autocobrança de que tem que atender as pessoas voluntariamente ou de forma caridosa. Ninguém é obrigado a fazer nada! Você é um ser livre! você tem livre arbítrio para poder fazer suas escolhas… Se fosse para todos seguirem cegamente tudo que dizem e dirão, pra que você existiria?

O Criador deu a oportunidade para que sejamos ímpares na existência, ou seja, sejamos exclusivos. Nunca houve, não há e nunca haverá ninguém no universo como você! Viva sua individualidade e viva suas escolhas. Esse é o sentido da vida! Pluralidade na singularidade, os muitos no Um.

Me diga, qual karma você geraria por estar cobrando por qualquer coisa que seja na vida? O karma de cobrar é qual? Quero saber, qual o karma de cobrar?

Pare de negar sua liberdade de escolha! Assuma suas responsabilidades e tenha atitudes coerentes com suas escolhas. Faça e assuma todas as consequências, se pela caridade ou pelo profissionalismo.

EXEMPLO: Se você quiser ser uma garota ou um garoto de programa por caridade, seja! Mas sendo por caridade não cobre! Sim o exemplo foi grotesco, mas é para ver se fica claro!

Você precisa definir se você, naquele momento, está atuando com um ato de caridade ou ato profissional. Se profissional, cobre pelas suas horas. Se caridade, simplesmente doe.

Não estou aqui para poder ditar a você o que você deve ou não fazer, muito menos convencer você a cobrar ou não cobrar! Estou aqui para te libertar do extremismo de pode e não pode. Só você sabe o que você pode. Nem direita nem esquerda, nem certo nem errado e sim escolhas!!!

Falsa luz?

Eu nunca vi um ser realmente de Luz ditar regras do que você pode ou não fazer. Os que julgam e condenam os outros são pessoas da falsa luz! Isso mesmo, falsa luz. Porque a luz não condena ninguém. A base da luz é o amor e não o julgamento.

A dualidade não existe, muitos confundem dualidade com polaridade. Ler sobre: A Dualidade é Uma Mentira!

Culpa Por Cobrar

Veja o sentimento, ganhar dinheiro com espiritualidade é coisa errada, logo, a pessoa continua na escassez. Por que? Porque a pessoa se sente suja se ela manter esse dinheiro com ela, como se fosse dinheiro ilícito, e qual seria o comportamento ideal para tirar essa sujeira, essa culpa? Gastar todo dinheiro! E ai diz… Ta vendo… Dinheiro de espiritualidade não rende! Porque é errado cobrar!

Não! Pare de se auto enganar! Você está gastando o dinheiro porque você acredita, criou a crença de que é errado e quer, a qualquer custo, se livrar da auto culpa gastando todo o dinheiro.

A pessoa tem dezenas de clientes pagantes e o dinheiro nunca rende. Por isso, vive na culpa, como render?

E o que vão pensar de mim? “Olha, essa pessoa enriqueceu por que vende trabalhos espirituais.”
Já pensou pensarem isso de você? Seria o fim da vida né? Liberte-se das opiniões que não te levam a ser quem você realmente é!

Estou Sendo Eu?

Como sei se estou tomando uma decisão por minha conta? É simples! Eu te pergunto… Porque você cobra por seu trabalho? E você responderia: Porque eu quero e acho justo! Ou por que você faz caridade ao invés de cobrar pelo seu trabalho? E você responderia: porque eu quero e acho justo!

Entendeu? Se você justificar, por exemplo: porque fulano disse que tem que ser assim! Lascou! Você não entendeu nada do que eu to tentando te falar! Você precisa ter suas escolhas e não as escolhas de outras pessoas. Jamais justifique que faz ou deixa de fazer algo porque alguém disse que tinha que ser assim.

Assuma quem você é e as consequências disso. Consequências que podem ser variadas em ambas as escolhas. Consequências boas ou construtivas.

E como estamos falando de crenças, se for seu caso de que gosta de tomar apenas atitudes baseadas em algo que alguém disse, eu te convido a refletir sobre: Não julgueis, para que não sejais julgados (Mateus 7:1).

Se você julga as escolhas das pessoas você está sendo incoerente, se você é julgado pelas pessoas não caia na incoerência que elas caíram. Se as pessoas ditas “espiritualistas” estão julgando você, afaste-se delas, pois elas não são realmente espiritualistas!

Sabe porque você não assume quem você é? Porque se der errado você quer ter alguém para por a culpa!

E ai o que você tá achando? Já Posso Cobrar Pelo Reiki?

A Caridade Como Obrigação

Nunca foi, não é e nunca será uma obrigação fazer caridade para com os demais. Podemos mudar o termo! Claro! Você nunca foi, não é e nunca será RESPONSÁVEL OU CULPADO pela desgraça, problemas dos demais. Sabe porquê você sente que é? Porquê não te ensinaram a respeitar o livre arbítrio.

Em outras palavras, você não aprendeu, ou não aceitou, que, cada pessoa é responsável pelas suas escolhas, sejam elas quais forem. Se você não respeita as escolhas e consequências você vai incorrer na obrigação de ter que ajudar os demais.

Por tanto, ajudar tem que vir da alma. Ser um ato real de caridade para com o outro e jamais uma obrigação. Já pensou? Ser obrigado a fazer algo? Ser obrigado a ajudar? Você acha mesmo que o Criador, que é Amor Puro iria te obrigar a fazer algo? É como se você fosse obrigado a fazer o bem! Se fosse para sermos obrigados a algo por que existiria o livre arbítrio? Direito de escolhas!

Sou a favor, sim, da caridade, mas da caridade do coração. E sou a favor sim da cobrança, da cobrança justa. Você escolhe como fazer isso ou equilibrar isso, você!

Sugestão de filme para clarear isso: Nosso Lar (um filme espírita, ótimo!). Esse filme ilustra a vida de um médico que praticava a “caridade”, mas que não era bem caridade. Observa o rosto dele para a secretária quando ele vai atender “voluntariamente” o casal no final do expediente. É uma expressão de caridade da alma?

Observe onde ele vai parar quando ele morre! Mas ele ajudou várias pessoas… Sim, ele ajudou, mas era da alma? Qual era o sentimento por trás da ajuda? Obrigação? Indignação? Impaciência? Tenho que fazer isso? O sentimento precisa ser compaixão, amor, alegria, felicidade, e acima de todos, doação verdadeira.

Público Alvo e Como Cobrar Pelo Reiki

Primeira coisa você precisa definir o que irá fazer no atendimento. Se naquele dia será um atendimento voluntário, você não cobrará nada e praticará apenas a caridade de fato.

Seu público em geral é para prestar caridade? Perfeito vá fundo. Então nesse público você já deve estar ciente de que você não irá ter, através dele, uma fonte de renda.

Se você busca um curso de Reiki ou fez um curso de Reiki para poder ganhar dinheiro, então está na hora de você assumir profissionalmente sua profissão como praticante de Reiki e começar a cobrar preços justos pelos seus atendimentos vendendo seu tempo e energia.

Falei mais sobre isso no artigo: Quanto Custa Uma Sessão De Reiki?

Achei que a prática do Reiki era Caridade

Muitos acham, apesar do Sr. Usui ter ajudados diversos moradores de rua e pessoas carentes, a prática Reiki foi desenvolvido originalmente como um caminho para a felicidade verdadeira, uma prática de desenvolvimento espiritual íntimo e não uma prática religiosa.

Por isso depois de perceber que as pessoas não mudavam com a intervenção externa do Reiki, ele, Sr. Usui, decidiu transmitir a energia de sintonização (Reiju) para as pessoas. Ler mais: O Que é a Sintonização de Reiki?

Essa energia servia para que elas mesmas se tratassem sem depender de mais ninguém. Pois enquanto recebiam apenas tratamentos externos elas melhoravam e pouco tempo depois elas voltavam para a situação anterior de miséria e problemas. Então a prática do Reiki é um caminho de fórum íntimo para a felicidade e desenvolvimento espiritual prático.

E sim, se você quiser praticar a caridade com o Reiki você pode! Como já mencionei. Ajudar os demais e a si mesmo faz parte do caminho, mas a ajuda não precisa ser puramente ou unicamente por caridade. A ajuda é ajuda, seja por caridade ou profissionalmente.

O dinheiro não anula a ajuda dada. Pensa só, imagina, se toda ajuda fosse anulada por causa do dinheiro? Então todos os trabalhos espirituais que envolviam dinheiro foram em vão?

Assim como a cadeia/prisão por matar alguém não anula e nem limpa o karma causado, o dinheiro não anula os créditos que foram criados com o universo.

A Colgate, empresa de gel dental, te ajuda a manter o dentes limpos. A Dove te ajuda tomar banho. Todas as empresas só existem porque precisam ajudar as pessoas a resolverem um problema, certo? Seja qual for! Elas te ajudam a resolver algo. E você paga por isso.

Caso contrário, todas as empresas deveriam doar todos os seus trabalhos, pois seriam inválidos perante o Universo pelo fato de cobrarem pela ajuda dada a todos.

Conclusão

Você precisa definir se o trabalho que você fará com a prática do Reiki é um trabalho de caridade ou um trabalho profissional. Se for caridade, ok! A própria palavra diz, caridade, não se tem que cobrar nada mesmo. Também acho totalmente incoerente cobrar por um trabalho que é pautado na caridade. Se vai fazer caridade assuma os gastos, o preço e a responsabilidade de simplesmente doar e fim! Fim do mimimi.

Sem desculpas de que está doando seu tempo precioso para prática da caridade e por isso precisa cobrar alguma coisa por causa do tempo desprendido. Nos moldes ocidentais, popular, caridade é caridade. Então só doe. Na caridade popular existe a renuncia pessoal, abdicação de si para atender na caridade.

Vejo pessoas com condições de pagar por um curso de Reiki e ficam mendigando cursos de Reiki voluntários. É impressionante! Se você quer fazer caridade, pague o preço para se formar e então doe a quem quiser doar!

Até porque, quem recebe o dinheiro do curso de Reiki, por exemplo, também faz seus trabalhos voluntários com esse mesmo dinheiro. Caso não faça são escolhas de cada um e está tudo certo!

Ajudei?

Espero ter colaborado com este artigo onde mencionei. como eu disse, poderia te chocar, mas é bom expandir um pouco a consciência com novas visões. Se de tudo não faz sentido para você descarte tudo que leu e siga o que você acredita. Sem julgamentos e sem ataques. Já que somos seres que estão buscando trabalhar para a luz não tem o porquê atacar o “irmãozinho” né?

Qual é a sua resposta sobre Posso Cobrar Pelo Reiki? Me conte nos comentários!

Acompanhe nas redes sociais: Instagram, YouTube e Facebook que sempre estou postando conteúdos novos como lives, imagens, textos, vídeos…

Sou um livre pensador e expositor de ideias e fatos científicos. SOU LIVRE! SINTA SE LIVRE TAMBÉM! Até a próxima (じゃね – Ja ne)!

Tags: | | |

Sobre o Autor

Julio Mendes
Julio Mendes

Formado no Japão pelo Sensei Hiroshi Doi e membro da Gendai Reiki Healing Association do Japão, Julio dedica sua vida a transmitir a essência do Reiki Original no Brasil

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
→ Quanto Custa Uma Sessão De Reiki? • Reiki Original BR®
21 de agosto de 2019 10:22

[…] Muitos outros praticantes de Reiki cobram extremamente barato por desvalia de si mesmo, por não se auto valorizar como profissional, esse comportamento é causado, comumente, por baixa estima da pessoa e escassez. Também tem o fator causado por crendices, dogmas, religiosidade, tabus… Leia: Posso Cobrar Pelo Reiki? […]

SUSANA GONCALVES
SUSANA GONCALVES
22 de julho de 2020 11:17

Se a gente for pensar bem, todo trabalho é um trabalho de ajuda! Excelente artigo! Gratidão!