Como fazer o curso de Reiki no Japão?

Olá, fico muito feliz em poder contribuir mais uma vez com você através deste artigo onde irei falar sobre Como fazer o curso de Reiki no Japão.

Como muitos sabem em setembro de 2018 fui pela primeira vez ao Japão e participei do seminário de Gendai Reiki com o Sensei Hiroshi Doi.

Repeti o seminário em 17 e 18 de Janeiro de 2020.

No ocidente se tem como referência o Reiki de Takata, como se na prática do Reiki ensinada por ela estivessem contidos os ensinamentos praticados pelo Sr. Usui, quando na verdade houveram várias alterações, inserção e perda de muitos conhecimentos após a disseminação da prática do Reiki pelo ocidente.

Em grande parte do conhecimento passado no ocidente é dissonante do real objetivo ensinado pelo Sr. Usui. Foi buscando respostas coniventes que decidi ir ao Japão e hoje, mais que antes de ir, desejo que você também vá.

Chega de enrolação e vamos para o que interessa.

Passo 01 – Tirar o passaporte:

Cada região do Brasil tem um local onde você irá comparecer para realizar a entrega dos documentos e a retirada do seu passaporte. Esse local você irá descobrir depois que realizar a Solicitação de Passaporte no site do governo.Como-fazer-o-curso-de-Reiki-no-Japão-passaporte

Após fazer a solicitação, você irá reunir toda a Documentação Necessária” e comparecer no local e hora marcada para dar entrada na documentação. No dia marcado você receberá um protocolo informando a data em que estará disponível para retirada do seu passaporte, ou seja, o dia que o passaporte estará pronto. A partir desse dia você tem até 90 dias para ir buscar.

O meu ficou pronto com 6 dias corridos.

Passo 02 – Passagem aérea:

Com passaporte em mão, ou até mesmo antes, você já pode ir pesquisando passagens aéreas para viajar com preços mais em conta. Recomenda-se que já comesse a pesquisa pelo menos 5 meses antes da data da viagem. Fora as promoções que aparecem de preferência em comprar a passagem com aproximadamente 3 meses antes da viagem.

Essas regras vão depender muito, devido as grandes ofertas que aparecem repentinamente. Apareceu um bom preço compre imediatamente, se você ver que não terá passagens mais baratas. Comprar passagem aérea barata é que nem um jogo de azar, pode se dar sorte ou não.

Exitem vários sites e aplicativos que enviam notificações de promoções por trecho aéreo, você faz uma primeira pesquisa e depois pede notificações daquele trecho.

2018: usei a FlightNetwork para pesquisar a passagem e encontrei na época por R$: 2.548,40 + uns R$: 250,00 de taxa IOF que resultou em aproximadamente R$: 2.780,00. Essa passagem de ida e volta foi comprada de Amsterdã para Osaka. Eu estava na Europa.

No seu caso você irá comprar de onde você estiver, a média da passagem saindo do Brasil varia entre R$: 5.500,00 e R$: 6.900,00 (preços promocionais).Como-fazer-o-curso-de-Reiki-no-Japão-passaporte-klm

2020: foi mais prático, pois encontrei uma forma mais simples com a KLM passando pela Europa. Passagem custou R$: 6.322,00.

Fiz o seguinte trecho: Rio de Janeiro > Amsterdã > Osaka que fica mais fácil ir para Kobe de trem bala (shinkansen). Na volta voltei por Narita > Amsterdã > Rio de janeiro com uma escala de 8 dias em Amsterdã para passear pela Europa.

Essa escala foi escolhida por mim na opção múltiplos destinos. A passagem em si era ida e volta sem pausas na Europa. Eu que adicionei a parada.

Gastei mais R$: 240,00 de ida e volta para Rio de Janeiro, meu voo saiu do Rio de Janeiro e não de Belo Horizonte, pesquise onde vale mais a pena embarcar no voo para o Japão. (Se você não precisar viajar não terá esse gasto).

As passagens mais vantajosas para essa viagem comumente é por São Paulo ou Rio de Janeiro, comumente.

Dicas IMPORTANTES:

Ir para Kobe é extremamente caro, recomendo pesquisar passagens para Osaka ou Narita e outros aeroportos, Kobe é o mais perto de Ashiya, cidade onde acontece o curso, mas o gasto é muito maior. Ir para outros aeroportos e usar o Passe de Trem Bala vale muito mais a pena. Falarei sobre esse passe ao longo do artigo.

Pegue voos sem escala no Canadá ou EUA, pois para fazer escala lá você precisará também do visto Americano ou Canadense. Opte por países de escala onde não precisa de visto. Pesquise se o país para onde você irá fazer escala precisa ou não de visto. Se você já tem visto americano, ai tudo bem, ele vale para o Canadá também, mas pela Europa é muito mais rápido, salvo exceções.

Passo 03 – Hospedagem:

Recomendo que escolha Hostel’s, os Hostel’s são uma ótima opção para esses tipos de viagens. Normalmente você vai ao hostel apenas para dormir, já que irá fazer curso e passear praticamente o dia todo fora. Você não pretende ir ao Japão para ficar dentro de casa certo? “Risos”.

Os hostel’s no Japão são de alto padrão e privacidade, estamos falando de um país de primeiro mundo. A lista dos hostel’s que fiquei forneço apenas na programação de viagem com meus alunos.

Eu contratei os hostel’s pelo site Hoteis.com

2018: Quando for contratar, pesquise hostel’s em Kobe próximo a estação de Kobe para ficar fácil e rápido o deslocamento para Ashiya que fica a uns 15 minutos de trem. Não tem hospedagem fácil em Ashiya, o mais indicado e próximo é Kobe.

Eu gastei R$: 580,00 para hospedar 7 dias no Japão.

2020: Hospedei em Osaka e ficou muito bom também o deslocamento. Encontrei um hostel do outro lado da rua da entrada da estação de trem que leva para Ashiya.

Gastei R$: 921,87 para me hospedar, desta vez, por 14 dias.

Passo 04 – Inscrição no Curso

Fazer a inscrição no curso através do contato que irei passar no privado de quem está interessado em ir ao curso. A inscrição é feita via pagamento PayPal e preenchimento de formulário enviado por e-mail.

Mesmo antes do pagamento do curso, você poderá pedir ao Sensei Hiroshi Doi um documento que se chama “Carta Convite” para fazer o curso de Reiki com ele. Essa carta tem um peso muito grande na hora de tirar o visto e na imigração.

Ele enviará o documento convite para você via e-mail e você anexará esse documentos aos demais documentos para dar entrada no visto.

A inscrição no curso são ¥200.000, ou seja, aproximadamente R$: 7.600,00 + IOF que vai para uns R$: 8.450,00. Vai depender da cotação. Para quem já fez o curso comigo ou algum membro da Gendai Reiki Healing Association (GRHA) tem um desconto de 50% no curso. Ou seja, paga metade do curso.

Adicionando as taxas eu paguei R$: 4.250,00 apenas com as transações de inscrição via PayPal. Já inclusas todas as taxas de câmbio e IOF. Paguei esse preço porque já era formado em Gendai Reiki por um membro da GRHA. Se você já é formado também pagará aproximadamente o que eu paguei.

Caso você não tenha o curso ainda, com as taxas você irá pagar aproximadamente R$: 8.450,00 no curso.

ATENÇÃO: O curso no Japão com Sensei Hiroshi Doi não é para iniciantes. É a “faculdade avançada, PhD do Reiki” para pessoas já experientes com a prática do Reiki. Para quem deseja formação iniciante no Japão eu tenho uma grande amiga que é aluna direta e interprete dos cursos do Sensei Hiroshi Doi que dá o curso para iniciantes.

Faça contato comigo que passo o contato dela no Japão. Ela dá curso em inglês e japonês.

Se você quiser ir, me envie um e-mail pedindo o contato no Japão para inscrição no curso. E-mail: reikioriginalbr@gmail.com

Cerimônias e eventos a adicionais

Em 2020 além do curso participei da cerimônia de ano novo. Reiju-Kai, Koryu-Kai com Jantar cerimonial e por fim jantar informal com pessoas de todos os lugares do mundo.

Logo elevou os gastos com a viagem e com a participação em tais eventos, mas não é algo que você é obrigado a participar.

Passo 05 – Visto

Sem visto não se entra no Japão, pelo menos nós brasileiros não. Apesar de em 2019 os japoneses poderem entrar no Brasil sem visto nós brasileiros não recebemos essa dádiva ainda.

Renda Suficiente

Os consulados não revelam que renda suficiente é essa para você poder ir ao Japão. Eles dizem apenas que a renda declarada tem que comprovar que você não irá permanecer no Japão, ou seja, morar lá ilegalmente. Comprovar e deixar claro para eles que você está indo apenas para fazer um curso é essencial.

2018: Eu usei, certidão de casamento, certificado e imposto de renda da minha empresa como provas extras de que iria voltar e que tinha motivos para viver no Brasil.

2020: Apresentei apenas certificado e imposto de renda da minha empresa.

Ambos os anos deu tudo certo.
DETALHE: Eles não aceitam declaração de MEI ou PJ como comprovação de renda para validar a renda suficiente. Precisa ser como pessoa física.

2018/2020: Esse é o detalhe que muitos se perdem, a renda suficiente. Eles exigem que a renda seja como pessoa física, ou seja, se você tem um MEI não serve a declaração do MEI. Foi o meu caso na época. Como não consegui declarar renda como MEI/PJ, alguns amigos e familiares declararam renda por mim.

Qualquer pessoa pode declarar a renda por você, de preferência mais de uma. Todas orientações de como fazer isso são fornecidas pela embaixada da sua região, pois pode mudar uma coisa ou outra, recomendo ligar lá para sanar suas dúvidas sobre o assunto. Eles irão passar todas as orientações para você.

Documentação

A renda suficiente faz parte da documentação, mas preferi separar ela devido a importância. Toda documentação exigida está disponível no site da embaixada. Pesquisa a embaixada mais perto de você.

Cada região do Brasil tem uma embaixada para lhe atender. Se você for na embaixada errada eles vão negar sua documentação e te encaminhar para a embaixada correta.

Após juntar toda a documentação entre com o pedido de visto temporário, ou entrada temporária. Essa modalidade me deu um período de 15 dias de permanência no Japão. Ele é muito usado pra quem vai a trabalho ou fazer cursos e outras situações também.

2018: É a forma mais rápida e fácil, para mim o visto saiu em 3 dias. O custo do visto no Rio de Janeiro foi de R$: 86,00.

2020: O visto subiu para R$: 97,00 e ficou pronto em 2 dias. Vou deixar aqui o link do Consulado do Rio de Janeiro apenas como referência, tenha atenção para o consulado da sua região. Consulado Japonês

Para múltiplos destinos você precisará justificar as demais entradas, como participar dos jogos olímpicos, algum evento que terá ou algo do gênero. Mas eles não pedem comprovação do mesmo. Se sua renda suficiente for ideal para a entrada múltiplas eles liberam e facilita a vida.

Adicionais

2018/2020: Gastei mais R$: 320,00 com passagem de Belo Horizonte para o Rio de Janeiro, fora a hospedagem que gira em torno de uns R$: 180,00 em algum AIRbnb (fiquei na casa de uma amiga). Se você já está na cidade do consulado então não terá gastos com deslocamentos.

Passo 06 – Deslocamento e Segurança

Agora que tem tudo para ir, e já está tudo certo, você precisa deslocar no Japão, de um seguro viagem e de conexão via internet.

Passe de transporte público

No Japão o transporte é caríssimo para nós brasileiros, existe uma solução que se chama JR Pass, que te dá o direito de se transitr pelas linhas JR (pronúncia: Jeiáro) em todo o Japão sem pagar nada a mais.

Como-fazer-o-curso-de-Reiki-no-Japão-jr-pass2018: Esse passe vale muito a pena, eu iria gastar quase R$: 2.000,00 com passagens para conhecer todos os templos e cidades que desejava. Com o passe paguei R$: 1.150,00.

Visitei mais de 6 cidades e vários templos. Se você for apenas para participar do curso. Não vale a pena comprar o passe. Pois o translado total até a hospedagem de Kobe partindo de Osaka, e as idas e voltas de Kobe para Ashyia não passam de R$: 500,00.

2020: Eu ia gastar em média R$: 7.000,00 de transporte por ter planejado um cronograma de viagens mais extenso, que durou 14 dias. Nesse caso comprei o passe para 14 dias que saiu por R$: 2.198,35 com IOF.

Os preços vão variar de acordo com a cotação do dólar.

Eu não consegui ir ao Japão e não visitar os locais e cidades. Aproveitei a oportunidade. Ai a escolha fica com você.

Seguro Viagem

2018/2020: É fundamental ter o seguro viagem eu optei pelo SegurosPromo. Barato e prático, todas informações no site deles.

Chip de Internet

2018: Eu fui sem um chip de internet, foi um grande risco, em algumas situações as coisas meio que complicaram por não ter levado um chip para conexão com a internet. O nosso chip brasileiro não funciona lá fora se não tiver um plano para tal.

2018: Os planos são caríssimos. Compensa mais comprar chips próprios para viagens que custam em torno de R$: 140,00, o chip da EasySIM4U foi indicado por um amigo que estava junto comigo. Na próxima ida devo comprar.

Eu me virei bem com os pontos de conexões de WI-FI dos aeroportos e alguns lugares. Resolvia tudo nesses pontos e seguia viagem sem internet.

2020: Comprei o Chip EasySIM4U por R$: 380,00 e foi péssimo. Comprei para testar como disse anteriormente. Dinheiro jogado fora. Pelo menos para o Japão não funciona bem. Assim que chegamos o chip demorou quase 2 dias para funcionar e quando funcionou estava uma conexão horrível.

Foi uma experiência muito ruim. Não recomendaria, mas você pode testar, pode ter sido um azar meu.

Na próxima vez irei contratar o Chip da JR-Wifi juntamente com o passe de transporte (JR-Pass) e testar. Acredito que pela empresa ser do Japão irá funcionar perfeitamente. Conto depois.

Interprete

A média cobrada para interpretação do curso em japonês para o inglês é de ¥80.000, equivalente a R$: 4.000,00.

Já do japonês diretamente para o português é de ¥100.000, equivalente a R$: 4.500,00. Ambos dependem de câmbio.

É isso.

Faça a somatória de quanto você irá gastar com o que irá fazer.

2018: Reservei uns R$: 1.000,00 para alimentação e comprar lembrancinhas. 7 dias.

2020: Reservei uns R$: 2.500,00 para alimentação e comprar lembrancinhas. 14 dias.

Nada muito complicado, certo? Está tudo mastigado e já com todas as dicas importantes.

Em 2018: Investi em média R$: 16.000,00 em todo processo (7 dias).
Em 2020: Investi em média R$: 20.000,00 em todo processo (14 dias).

Recomendo você se programar para R$: 25.000,00 se for querer fazer tudo devido variações do câmbio.

Se for apenas ao curso e voltar se programe com aproximadamente R$: 18.000,00, varia com câmbio.

Não ir ou ir, depende só de você. Normalmente tudo para as pessoas é limitação. Filho, pai, cachorro, preguiça tudo é motivo para não fazer acontecer.

Se você realmente quer ir, faça acontecer. Estou aqui pra ajudar. O processo todo dá trabalho? Claro. Da sim! Não irei mentir. Mas vale muito a pena.

Recomendo seguir todo o passo a passo, não fique preso a sequência de esperar um estar pronto para fazer o próximo, nesse caso.

Já dê entrada no máximo de processos que conseguir e vai realizando tudo rapidamente.

O ideal é que faltando no máximo 1 mês e meio para a viagem você já esteja com tudo em mãos. O ideal é estar com tudo pronto com pelo menos 2 meses de antecedência. Deixe a mania de última hora para trás neste momento.

Espero que tenha ficado claro de  Como fazer o curso de Reiki no Japão.

Dúvidas deixe nos comentários. Nos vemos em breve.

Tags: | | |

Sobre o Autor

Julio Mendes
Julio Mendes

Formado no Japão pelo Sensei Hiroshi Doi e membro da Gendai Reiki Healing Association do Japão, Julio dedica sua vida a transmitir a essência do Reiki Original no Brasil

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments